Páginas

18 de janeiro de 2011

sim, eu tenho motivos.


Todas aquelas pessoas dizendo que eu não tenho com que me preocupar, eu sou jovem, não tenho contas para pagar, não tenho motivo para ser tão triste, só a escola tem que me fazer a cabeça.
Na  verdade elas nada sabem, não sabem dos meus problemas em casa, da quantidade enorme de pessoas que está lá só pra me fazer chorar, as pessoas nem imaginam que a escola é uma das minhas menores preocupações.
Todas as pessoas da minha idade costumam saber o que é felicidade, não sei se todo o tempo, mas... pelo menos uma vez ao dia, e no meu caso o que eu acabo encontrando sempre são lágrimas, lágrimas escondidas, choradas à noite, quando não há ninguém por perto, ninguém que possa ouvir, ninguém que possa finjir querer me ajudar.
A maioria das pessoas dizem que eu crio os problemas da minha própria vida, isso é porque poucas pessoas sabem oque é ser odiada por quase cem por cento das pessoas que conhece, não sabe o que é não ter ninguém para contar os seus segredos mais secretos, os seus sonhos mais impossíveis, e quando por um momento de loucura começa a falar com alguém recebe de graça um "cala a boca".
Os humanos realmente são maus, e não sabem pelo que eu passo, então não diga que eu não tenho porque estar triste hoje.

7 comentários:

  1. Todos tem o direito de estar triste em alguns dias, mas se isso se repete é pq ainda não se encontrou o caminho certo. Gosto do jeito que usa as palavras pra demonstrar sentimentos profundos.

    www.sonhadora-simples.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. a alguns anos atrás me sentia dessa mesma forma, me vi nesse seu texto... E realmente, muitos falam, mas poucos são aqueles que procuram te entender, não sabem 1/3 do que se passa de verdade em sua vida, só veem de fora e dizem saber o que não sabem... Gostei muito de seu texto, bem profundo;

    http://its-gabs.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. adorei... =) lindoo e super verdd :*

    ResponderExcluir
  4. sim, as vezes as pessoas não veem o que a gente quer que elas vejam.

    ResponderExcluir